tvGazeta

A Rede Gazeta, afiliada da Rede Globo no Espírito Santo, mais uma vez se mostrou uma emissora parcial ao levar para o Bom Dia ES dois entrevistados com visões idênticas de um tema polêmico e que irá afetar a vida dos brasileiros: a Reforma Trabalhista.

Na entrevista desta segunda-feira, 19 de junho, entrevistaram o senador Ricardo Ferraço e o juiz do trabalho do Paraná Marlos Augusto Melek, todos os dois com visões semelhantes em defesa da reforma trabalhista.

Ao ignorar, mais uma vez, as opiniões divergentes e os prejuízos que a Reforma Trabalhista irá causar, a emissora fere os preceitos éticos do jornalismo, assumindo um papel publicitário de apenas vender o projeto do governo, sem realmente discutir e debater todos os lados de uma informação como preza o bom jornalismo.

Durante os últimos meses, a emissora tem assumido um papel de defesa das reformas do governo ao levar em quase sua totalidade apenas entrevistados favoráveis as propostas.

A atitude da emissora que pode ser considerada ilegal, já que ao ser uma concessão pública, ela tem o dever de levar à população todos os viés de uma informação, tanto as opiniões contrárias, quanto as favoráveis.

Toda essa manipulação da informação tem um único objetivo, garantir a verba publicitária milionária dos governos, evitando assim contrariar os políticos que estão no poder e tem defendido uma reforma contra os trabalhadores.

O Sindipúblicos repudia essa conduta ilegal e antiética da Rede Gazeta e cobra que a emissora cumpra seu papel social, garantindo total pluralidade nas informações, levando aos seus jornais entrevistados que possam trazer à população todas as versões favoráveis ou contrárias aos temas discutidos.

Fonte: Sindipúblicos